quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Voltando um pouco, ainda devagar... mas voltando!

Ah sim, eu estou voltando...

Ainda não do jeito que eu quero, mas estou melhor do que no início do ano rsrssr.

Em fevereiro, fiz o último post antes desse, resumindo tudo que se passou. Posso dizer agora que algo de fato passou, acabou, ficou pra trás. Foi bom enqto durou, mas ia acabar com ctza. Coisas acabam, outras vêm pra ficar e deixar a vida ainda melhor :D

Em fevereiro, anunciei que meu projeto de IC tinha ido pra uma fase seletiva da minha própria faculdade. De lá, passou pra exposição de todas as melhores de todas as USPs do estado de SP. Nossa, já tava de ótimo tamanho. Só que pra me deixar ainda mais feliz, foi selecionada para o Congresso Paulista de Saúde Pública, que aconteceu na segunda semana de outubro. Gente, não podia mesmo desejar mais!

Mas veio!!

Quem me conhece sabe do meu amor por obstetrícia e da minha dor qdo tive que trancar o curso pra trabalhar fora. Desde maio eu vinha sofrendo por isso. Por não trabalhar com o que eu gostava. Trabalhava para fechar o mês, mas estava extremamente infeliz. E pedia a Deus por um sinal da vontade Dele (que tinha se mostrado já de formas suaves, mas eu ignorei todas). Até que em julho, veio o "chacoalhão", o sinal que eu pedia tanto. Duas listrinhas num teste de farmácia, confirmaram o que eu sentia desde o meio de junho: Uma nova vida estava sendo tecida dentro de mim!

Arquivo pessoal


Depois de alguns desarranjos profissionais, resolvi sair do comércio e trabalhar em casa, quase no mesmo ramo, mas agora, sem a parte administrativa. Ali, faço meu horário, concilio com um lado mais distante (mas não diferente) de obstetrícia e dou atenção que minha família (agora aumentando), tanto merece.

Estou feliz, estou bem... me sinto leve, me sinto livre, me sinto cuidada e cuidando de quem realmente precisa de mim. Meus projetos com gestantes e o ativismo vão esperar ainda um pouco mais. Minha formação na faculdade, vai esperar ainda mais, mas ela virá, com ctza ela virá!!

Imagem da internet


E vou passar aqui mais vezes, com menos meses de intervalo, com ctza!! Ainda tem muitos posts q quero publicar que ficaram parados, juntando poeira rsrs!

Até logo mais!!

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Corpo longe, coração sempre aqui!!

Há tanto ando sumida da minha página e mesmo do meu blog. Uma reviravolta aconteceu na minha vida e me vi obrigada a diminuir drasticamente minha atuação como doula na região do Vale do Paraíba. Mas, mesmo tudo isso, acontecido sem minha vontade, não me impede de continuar, mesmo de longe, minha luta pela humanização do parto e nascimento em nossa região - principalmente em Jacareí.
Conquistei algumas amizades e delas, futuros projetos. Ainda em gestação, quem sabe nasce dentro de alguns meses rsrs.
Uma das coisas que mais me alegrou nesse período foi a dupla aprovação do meu projeto de Iniciação Científica pela EACH USP sobre a escolha pelo PARTO DOMICILIAR na região. Foi à julgamento em novembro e aprovado para uma segunda etapa, que tb será julgada!! Mas só pelo fato de eu já ter colocado a região em evidência em dois grandes eventos internacionais, no quesito ESCOLHA PELO LOCAL DO PARTO, eu já me sinto totalmente recompensada. Espero que, a partir disso, nossas autoridades de saúde considerem levar a escolha pelo PD como requisito a ser colocado no SUS da região.
Obrigada a todos pela compreensão!!!
E lá vamos nós, a mais uma etapa da 22ª SIICUSP!!
*Quem quiser conhecer meu projeto, compareça ao evento nos dias 11 e 12 de março. Ainda não sei que dia será minha apresentação, mas tentarei descobrir o qto antes 


O que aconteceu de 2012 pra cá?

Pra quem acompanhou um pouquinho do meu blog, vai se lembrar que passei na FUVEST em 2012 para ingressar no curso de obstetrícia da USP. Meu sonho, minha maior realização!!!

Porém, de 2013 pra 2014, foi descoberto uma grande contaminação no solo da minha querida EACH USP Leste, que levou ao remanejamento dos mais de 5000 alunos, funcionários e professores da unidade para outros locais, o que comprometeu seriamente meu desempenho na faculdade, além de piorar ainda mais minha situação financeira, visto que minha atuação como doula era mais voluntária do que cobrando, especificamente. Eu atuava mesmo por amor às mulheres que se empoderavam e lutavam contra o sistema, e por isso, eu optava em acompanha-las voluntariamente, quando não estava na faculdade (e não, eu não acompanhava pelo SUS todas as que me procuravam. O parto de si mesma quem faz é a mulher e não a doula. Eu mostrava o caminho. Várias delas conseguiram parir sem minha presença ao lado, mas estive com algumas durante o TP, qdo não estava na facul). Com isso, somando ao fato de que problemas estruturais de moradia pessoal me afetavam no momento, não vi outra alternativa, senão trancar minha matrícula e trabalhar em outra área que me desse um retorno financeiro em que pudesse sanar minhas dívidas e tranquilizar minha situação pessoal do momento. Foi o que fiz (com dor imensa, eu chorava à medida que o trancamento seguia)!
Até o momento, trabalho em horário comercial (providencialmente, com mulheres), mas nada voltado ao movimento de humanização do parto. E assim haverá de ficar até quando houver necessidade.

"Ah, mas isso é falta de amor ao movimento, pq se amasse o movimento de verdade, superaria as dificuldades e continuaria na luta!" (li e ouvi, por bochichos de outras "ativistas" quando tomei minha decisão).
Antes de falar, postar ou fofocar qualquer coisa ao meu respeito, sugiro pesquisar o significado da palavra EMPATIA e se colocar no meu lugar, antes de julgar minhas decisões. Incrível que, um movimento que cobra pela "liberdade" de decisão da mulher sobre sua vida, ataque ferozmente uma ativista que pensa e age diferente. O próprio movimento está dentro de uma caixinha, atualmente. Pq se vc não for a favor de uma série de ítens listados, vc não pode se considerar ativista. Pior ainda se vc é pró vida, cristã, não usa contraceptivos (e faz campanha contra) e "só" luta pela humanização do parto e da saúde na região e decide trabalhar fora. Vcs não tem ideia de como fui atacada pela minha decisão. Graças a Deus, alguns anjos do movimento entendem de verdade o que é respeitar a decisão alheia e não me olham como um E.T. Gratidão imensa a vocês. Um dia estaremos, fisicamente juntas, lutando juntas por essa causa.
E pra finalizar, espero voltar aqui mais vezes, com o pouco de tempo que tenho disponível, para continuar postando coisas a respeito do parto e nascimento na região!

Bjuuss, até a próxima!

oticon wink

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Notícias de Jacareí - Diminuição de Cesarianas no Brasil

Ando muito sumida do meu blog amado né? Preciso achar um tempo pra contar o turbilhão de coisas que aconteceram na minha vida nos últimos meses!

Antes disso, porém, gostaria de compartilhar um vídeo, de uma entrevista que dei para a TV Câmara de Jacareí, sobre a diminuição de taxa de cesáreas no Brasil, exigido pela ANS. Falei brevemente sobre o trabalho das doulas e sua influencia na diminuição nessas taxas.




segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Coletivo Obstare - Obstetrizes do Vale

Olá povo lindo!! Estou há mais de um ano sem postar nada novo no blog né?? Um ano e meio para ser mais específico!! E quanta coisa já aconteceu, MEU DEUS DO CÉU!! Muita água rolou por baixo dessa ponte chamada Minha Vida!! Mas eu vou preparar um post especial para falar sobre isso e contar as novidades. Por hora, quero compartilhar um projeto lindo que começamos no Vale do Paraíba, região onde eu moro.
Como temos várias estudantes de obstetrícia na região, juntamente com uma amiga Sagef emme (obstetriz formada na França), montamos o COLETIVO OBSTARE - OBSTETRIZES DO VALE!



Mas o que seria um coletivo de obstetrizes??
Somos um grupo que, por hora, promoveremos encontros com gestantes, casais gestantes e familiares para esclarecer dúvidas a respeito da gestação, parto, puerpério, amamentação e cuidados com o recém nascido. E para inciar essa bela experiência, teremos nosso primeiro encontro!

Quando: Neste sexta feira, dia 20 de dezembro de 2013
Onde: No SAB (Sociedade dos amigos de Bairro), do Novo Horizonte, em São José dos Campos
Que horas: às 19h

Quem pode ir: Gestantes, casais gestantes, tentantes, familiares de gestantes e quem mais desejar conhecer o trabalho do nosso coletivo.

Fica aí o convite!! Espero você lá :D