domingo, 22 de fevereiro de 2015

Corpo longe, coração sempre aqui!!

Há tanto ando sumida da minha página e mesmo do meu blog. Uma reviravolta aconteceu na minha vida e me vi obrigada a diminuir drasticamente minha atuação como doula na região do Vale do Paraíba. Mas, mesmo tudo isso, acontecido sem minha vontade, não me impede de continuar, mesmo de longe, minha luta pela humanização do parto e nascimento em nossa região - principalmente em Jacareí.
Conquistei algumas amizades e delas, futuros projetos. Ainda em gestação, quem sabe nasce dentro de alguns meses rsrs.
Uma das coisas que mais me alegrou nesse período foi a dupla aprovação do meu projeto de Iniciação Científica pela EACH USP sobre a escolha pelo PARTO DOMICILIAR na região. Foi à julgamento em novembro e aprovado para uma segunda etapa, que tb será julgada!! Mas só pelo fato de eu já ter colocado a região em evidência em dois grandes eventos internacionais, no quesito ESCOLHA PELO LOCAL DO PARTO, eu já me sinto totalmente recompensada. Espero que, a partir disso, nossas autoridades de saúde considerem levar a escolha pelo PD como requisito a ser colocado no SUS da região.
Obrigada a todos pela compreensão!!!
E lá vamos nós, a mais uma etapa da 22ª SIICUSP!!
*Quem quiser conhecer meu projeto, compareça ao evento nos dias 11 e 12 de março. Ainda não sei que dia será minha apresentação, mas tentarei descobrir o qto antes 


O que aconteceu de 2012 pra cá?

Pra quem acompanhou um pouquinho do meu blog, vai se lembrar que passei na FUVEST em 2012 para ingressar no curso de obstetrícia da USP. Meu sonho, minha maior realização!!!

Porém, de 2013 pra 2014, foi descoberto uma grande contaminação no solo da minha querida EACH USP Leste, que levou ao remanejamento dos mais de 5000 alunos, funcionários e professores da unidade para outros locais, o que comprometeu seriamente meu desempenho na faculdade, além de piorar ainda mais minha situação financeira, visto que minha atuação como doula era mais voluntária do que cobrando, especificamente. Eu atuava mesmo por amor às mulheres que se empoderavam e lutavam contra o sistema, e por isso, eu optava em acompanha-las voluntariamente, quando não estava na faculdade (e não, eu não acompanhava pelo SUS todas as que me procuravam. O parto de si mesma quem faz é a mulher e não a doula. Eu mostrava o caminho. Várias delas conseguiram parir sem minha presença ao lado, mas estive com algumas durante o TP, qdo não estava na facul). Com isso, somando ao fato de que problemas estruturais de moradia pessoal me afetavam no momento, não vi outra alternativa, senão trancar minha matrícula e trabalhar em outra área que me desse um retorno financeiro em que pudesse sanar minhas dívidas e tranquilizar minha situação pessoal do momento. Foi o que fiz (com dor imensa, eu chorava à medida que o trancamento seguia)!
Até o momento, trabalho em horário comercial (providencialmente, com mulheres), mas nada voltado ao movimento de humanização do parto. E assim haverá de ficar até quando houver necessidade.

"Ah, mas isso é falta de amor ao movimento, pq se amasse o movimento de verdade, superaria as dificuldades e continuaria na luta!" (li e ouvi, por bochichos de outras "ativistas" quando tomei minha decisão).
Antes de falar, postar ou fofocar qualquer coisa ao meu respeito, sugiro pesquisar o significado da palavra EMPATIA e se colocar no meu lugar, antes de julgar minhas decisões. Incrível que, um movimento que cobra pela "liberdade" de decisão da mulher sobre sua vida, ataque ferozmente uma ativista que pensa e age diferente. O próprio movimento está dentro de uma caixinha, atualmente. Pq se vc não for a favor de uma série de ítens listados, vc não pode se considerar ativista. Pior ainda se vc é pró vida, cristã, não usa contraceptivos (e faz campanha contra) e "só" luta pela humanização do parto e da saúde na região e decide trabalhar fora. Vcs não tem ideia de como fui atacada pela minha decisão. Graças a Deus, alguns anjos do movimento entendem de verdade o que é respeitar a decisão alheia e não me olham como um E.T. Gratidão imensa a vocês. Um dia estaremos, fisicamente juntas, lutando juntas por essa causa.
E pra finalizar, espero voltar aqui mais vezes, com o pouco de tempo que tenho disponível, para continuar postando coisas a respeito do parto e nascimento na região!

Bjuuss, até a próxima!

oticon wink